sábado, 9 de julho de 2011

Mudança de um anticonvulsivante genérico para outro pode ser problemática

Mudar de laboratório pode ser problemático quando se trata de medicamentos anticonvulsivantes, pois pode haver grandes oscilações dos níveis séricos, segundo um estudo publicado na revista Annals of Neurology. O lançamento dos medicamentos genéricos reduziu substancialmente os custos do tratamento anticonvulsivante. A prática de trocar de laboratório é muito comum entre as secretarias de saúde municipais e estaduais que distribuem esses medicamentos gratuitamente para os pacientes do SUS, pois os medicamentos são obtidos através de licitações, e ganha o laboratório que oferecer o menor preço em cada compra. Essa mudança de um genérico para outro pode causar grandes alterações farmacocinéticas, podendo prejudicar o controle das crises epilépticas.

Um comentário:

  1. É bom trocar a carbamazepina(que está funcionando bem) pela oxcarbamazepina(pelo fato da neuro achar que essa é mais concentrada e se precisa dar menos e menos vezes ao dia), mas estou preocupada como mãe de um menino de 7 anos, em fazer essa troca e se desencadeio outra crise. Me ajudem com opiniões.

    ResponderExcluir